Número de contribuintes na malha fina aumenta 24% e soma 31.297

Dos 357,67 mil contribuintes de Mato Grosso do Sul que enviaram a declaração do Imposto de Renda (IR) 2014, 31.297 caíram na malha fina, informou ontem a Receita Federal, segundo reportagem na edição de hoje (04) do jornal Correio do Estado. O número representa alta de 24,4% sobre o do ano passado, quando 25.157 sul-mato-grossenses apresentaram alguma irregularidade em seus formulários. Os erros vão desde o de digitação até o de despesa médica com valor considerado exorbitante.

De acordo com o chefe de fiscalização da Delegacia da Receita Federal em Campo Grande, Marcos André Más, o crescimento no volume de declarações na malha fina “não tem muita relevância”, pois muitos contribuintes irão retificar as informações. “O que importa é o quanto ficará no nosso estoque”, acrescenta.

Segundo a reportagem de Osvaldo Júnior, a Receita chega aos erros cruzando informações das declarações. O problema mais comum, segundo Más, corresponde a omissões nos rendimentos dos titulares e dependentes. Isso ocorre quando a pessoa não declara algum valor recebido além do originado da fonte pagadora principal. “Uma pessoa, por exemplo, deu uma palestra em uma universidade. Recebeu por isso, mas não informou esse valor na declaração”, ilustra.