Mulher é chamada de ‘macumbeira’ em shopping e caso para na delegacia

Mulher é chamada de ‘macumbeira’ em shopping e caso para na delegacia

‘Tinha que ser macumbeira, toda macumbeira é assim’

Uma mulher de 44 anos foi chamada de “macumbeira“ em uma loja de um shopping localizado Ernesto Geisel na Avenida em Campo Grande na noite desta terça-feira (20). A mulher disse na delegacia que adquiriu uma semijoia no valor de R$ 35, porém o objeto escureceu e com isso, ela retornou à loja para solicitar uma troca.

Uma das atendentes teria sugerido para que ela trocasse por um vestido de R$ 90 e pagasse pela diferença, mas ela não aceitou. A vítima ficou ofendida, no momento em que uma das vendedoras disse que a cor dela favorecia no escurecimento da bijuteria e por isso ela deveria escolher uma outra coisa.

Em determinado momento, ainda de acordo com a mulher de 44 anos, as vendedoras chamaram os seguranças do shopping, fato que causou constrangimento. “Tinha que ser macumbeira, toda macumbeira é assim”, teria falado uma das vendedoras sobre as correntes guias que ela tinha no pescoço.

O caso foi registrado como “se a injúria consiste na utilização de elementos referentes a raça, cor, etnia, religião, origem ou a condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência” na Depac Piratininga. (Foto ilustratriva)

Diego Alves

Posts Relacionados

Facebook Comments