MS não poderá ter competições de quem bebe ou come mais

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jerson Domingos (PMDB), assinou na manhã desta terça-feira (3) a promulgação da lei estadual que proíbe realização de promoções ou eventos, de competição amadora, com ou sem premiação, cujo objetivo seja a ingestão de maior quantidade de alimentos sólidos, líquidos ou de qualquer tipo de bebidas.

 

A nova norma, de autoria do deputado Pedro Kemp (PT), será publicada ainda nesta semana no Diário Oficial do Legislativo. 

Se descumprirem a lei, os responsáveis pela organização do evento e seus patrocinadores terão de pagar multa no valor de 3.000 Uferms, equivalente a mais de R$ 57 mil. 

Em abril do ano passado, a estudante de Serviço Social Luana Priscyla Fernandes Soares, de 21 anos, morreu na Santa Casa de Campo Grande (MS), depois de passar mal em uma competição de tereré.