Longe da administração, vice-prefeito diz ser contra aumento de salário em Ribas

Longe da administração, vice-prefeito diz ser contra aumento de salário em Ribas

Projeto apresentado pela Câmara de Vereadores prevê reajuste nos vencimentos do prefeito, vereadores e secretário
Danúbia Burema

O vice-prefeito de Ribas do Rio Pardo, Luiz Carlos Dutra Junior (PDT), disse ser contrário ao Projeto de Lei n.º 022/19 apresentado pela Mesa Diretora da Câmara de Vereadores para reajustar em 28% os salários do prefeito, vereadores e secretários do município.

Ex-secretário de Obras no primeiro ano de gestão do prefeito Paulo Tucura (MDB), Dutra disse ter se afastado da administração municipal após rompimento de Tucura com seu grupo político e, por isso, nem havia sido informado da elaboração do projeto. Ele continua, contudo, a receber salário de vice-prefeito.

“Quando a gente assumiu, não tivemos aumento porque o prefeito anterior manteve os salários congelados, então eu acho que agora devia fazer o mesmo”, avaliou sobre a proposta, prevista de ser votada na Câmara na próxima terça-feira (15).

Ele descartou, entretanto, que o projeto trate de legislar em causa própria, visto que só pode ser aprovado para a próxima gestão. Mesmo assim, acredita que a discussão não deveria ser feita devido às dificuldades enfrentadas pelo município. “A população é contra porque o município atravessa uma crise muito grande. Fechou a siderúrgica, o frigorífico, não tem emprego na cidade”, comentou.

O vice-prefeito também considerou o índice de reajuste de 28% alto, comparado ao aumento de cerca de 5% concedido aos servidores. “Durante o mesmo período, o funcionalismo o aumento no salário do funcionalismo foi bem menor, então acho que está errado político ter um aumento maior”, pontuou.

Advogado e produtor rural, Dutra disse que ingressou na política por indicação de grupo formado por 12 partidos, após o candidato ser impedido judicialmente e Tucura assumir a cabeça de chapa. Mas, não pretende continuar disputando nenhum cargo público a partir das próximas eleições. “Foi o primeiro cargo, infelizmente eu não gostei e não pretendo mexer mais”, finalizou.

Contrária

Primeira-secretária da Câmara de Vereadores de Ribas do Rio Pardo, a vereadora Fabiana Galvão (Patriotas) também se manifestou contra proposta apresentada pela Mesa Diretora que prevê reajuste de 28% dos próprios salários, no do prefeito e secretários. Ela disse que nem chegou a assinar documento encaminhando o projeto às comissões e que irá votar contra, mas adianta que será voto vencido porque os colegas estariam de acordo com a proposta.

Posts Relacionados

Facebook Comments