‘Green Book’ ganha melhor filme em noite de ‘Roma’ e ‘Bohemian Rhapsody’

‘Green Book’ ganha melhor filme em noite de ‘Roma’ e ‘Bohemian Rhapsody’

A cerimônia do Oscar consagrou “Green Book: O Guia”, “Roma” e “Bohemian Rhapsody” neste domingo, dia 24 de fevereiro, em Los Angeles, Estado Unidos.

A noite também foi importante pelo recorde de maior número de prêmios para profissionais negros (7 estatuetas) e para mulheres (15) em toda história da premiação.

“Green Book: O Guia”, sobre a amizade entre um motorista racista e um músico negro, venceu como Melhor Filme, além de Roteiro Adaptado e Ator Coadjuvante (Mahershala Ali). A cinebiografia do Queen e de Freddie Mercury levou quatro estatuetas, incluindo melhor ator para Rami Malek.

“Roma” deu três prêmios a Alfonso Cuarón, incluindo sua segunda estatueta como diretor e o primeiro Oscar de Filme Estrangeiro para o México.

“Essa é uma história de amor. Sobre sabermos amar uns aos outros apesar das diferenças”, disse o diretor Peter Farrelly ao agradecer no palco pelo Oscar de Melhor Filme de “Green book: O guia”.

Três vezes Alfonso Cuarón

Cuarón levou prêmios de Fotografia, Filme Estrangeiro e Diretor. “Eu cresci vendo filmes em língua estrangeira… Como ‘Cidadão Kane’, ‘Turabão’ e ‘O poderoso chefão'”, comentou o mexicano ao vencer com “Roma” o prêmio de Filme Estrangeiro.

No último discurso, ele disse: “Agradeço à Academia por reconhecer um filme que trata de uma mulher indígena, e uma das 70 milhões de empregadas domésticas sem direitos trabalhistas. Uma personagem historicamente sempre deixada para trás. ”

“O nosso trabalho é olhar para onde ninguém olha. Essa responsabilidade se torna muito maior numa época onde estamos sendo encorajados a não olhar. Muito obrigado Libo (sua babá na vida real, que inspirou o filme)”, disse Cuarón.

Spike Lee e seu primeiro Oscar ‘oficial’

Spike Lee levou seu primeiro Oscar competindo com outros profissionais, pelo roteiro adaptado de “Infiltrado na Klan”. Em 2006, o americano ganhou um Oscar Honorário e na época criticou a quantidade de negros concorrendo ao prêmio.

“Diante do mundo, eu gostaria de reverenciar os ancestrais que construíram esse país, e também os que sofreram genocídios”, disse ele em seu discurso.

“Os ancestrais vão ajudar a voltarmos a ganhar nossa humanidade. As eleições de 2020 estão chegando, vamos pensar nisso. Precisamos nos mobilizar, estar do lado certo da história. É uma escolha moral. Do amor sobre ódio. Vamos fazer a coisa certa”, disse, citando seu próprio filme.

Pantera Negra e vitórias inéditas para negros

Ruth E. Carter ganhou o Oscar de Melhor Figurino e se tornou a primeira pessoa negra a levar nesta categoria. Outra vitória inédita veio com Hannah Beachler, a primeira mulher negra a ganhar em Direção de Arte.

“Isso levou tanto tempo… Spike Lee, obrigado por ser meu começo. Espero que isso te deixe orgulhoso. Marvel criou o primeiro super-herói negro, mas com o nosso figurino o transformamos em um rei africano”, disse Ruth. A figurinista já havia sido duas vezes indicada, por “Amistad (1997) e “Malcom X” (1992), dirigido por Lee.

Um Oscar para Gaga

Lady Gaga não foi a Melhor Atriz, mas levou Melhor Música por “Shallow”, junto com Mark Ronson, Anthony Rossomando e Andrew Wyatt, coautores da canção.

Ela se emocionou e agradeceu ao diretor do filme e colega de elenco em “Nasce uma estrela”, com quem tinha cantado a música antes de rosto coladinho:

“Bradley [Cooper], não tem nenhuma pessoa no planeta com quem eu poderia cantar essa música a não ser você. Obrigada.”

“Não é sobre ganhar, é não desistir. Se você tem um sonho, lute por ele. Existe uma disciplina. Não é sobre quantas vezes você foi rejeitado, caiu e teve que levantar. É quantas vezes você fica em pé, levanta a cabeça e vai adiante”, ela disse – saiba mais.

O cineasta brasileiro Nelson Pereira dos Santos foi um dos nomes lembrados na seção que homenageou os artistas que morreram no último ano.

Veja a lista de premiados do Oscar 2019:

Melhor Filme

“Green Book: O guia”

“Bohemian Rhapsody”

“Infiltrado na Klan”

“A favorita”

“Pantera Negra”

“Roma”

“Nasce uma estrela”

“Vice”

Ator

Rami Malek (“Bohemian Rhapsody”)

Christian Bale (“Vice”)

Bradley Cooper (“Nasce Uma Estrela”)

Willem Dafoe (“No Portal da Eternidade”)

Viggo Mortensen (“Green Book”)

Atriz

Olivia Colman (“A Favorita”)

Lady Gaga (“Nasce Uma Estrela”)

Glenn Close (“A Esposa”)

Yalitza Aparicio (“Roma”)

Melissa McCarthy (“Poderia Me Perdoar?”)

Diretor

Alfonso Cuarón (“Roma”)

Spike Lee (“Infiltrado na Klan”)

Yorgos Lanthimos (“A Favorita”)

Adam McKay (“Vice”)

Pawel Pawlikowski (“Guerra fria”)

Atriz coadjuvante

Regina King – “Se a rua Beale falasse”

Amy Adams – “Vice”

Emma Stone – “A favorita”

Rachel Weisz – “A favorita”

Marina de Tavira – “Roma”

Trilha sonora original

“Pantera Negra”

“Se a rua Beale falasse”

“O retorno de Mary Poppins”

“Infiltrado na Klan”

“Ilha dos cachorros”

Ator coadjuvante

Mahershala Ali – “Green Book – O guia”

Adam Driver – “Infiltrado na Klan”

Richard E. Grant – “Poderia me perdoar?”

Sam Elliott – “Nasce uma estrela”

Sam Rockwell – “Vice”

Fonte – G1

Posts Relacionados

Facebook Comments