Com nomes conhecidos, série inspirada em HQs é estreia da semana

Com nomes conhecidos, série inspirada em HQs é estreia da semana

VIA STREAMING

Ambientado nos anos 80, “Deadly Class” é uma série do canal americano Syfy inspirada nas HQs homônimas lançadas em 2014 criadas por Rick Remender e Wes Craig. Apesar de ter estreado em janeiro nos Estados Unidos, a produção só chega ao Brasil no dia 26 de abril pela plataforma de streaming Globoplay. Além de contar com nomes conhecidos no elenco, como Lana Condor (Saya Kuroki), um grande atrativo é o nome dos irmãos Russo como produtores executivos, famosos por seu trabalho em “Capitão América 2 – O Soldado Invernal” e outros filmes do universo da Marvel.

“Deadly Class” conta a história Marcus Lopez, um menino órfão cujos pais foram assassinados por uma mulher doente mental. Cansado dos abusos que sofre em seu orfanato, um dia o protagonista “explode” e mata seus colegas. Assim, sem ter mais onde morar, Marcus acaba tendo que viver nas ruas de São Francisco junto com bêbados e criminosos. Porém, tudo muda quando o protagonista é recrutado para estudar na Escola de Artes Mortais dos Reis Soberanos, uma instituição muito competitiva que, sob os ensinamentos do Mestre Lin (Benedict Wong), pretende treinar os seus alunos para serem assassinos de carreira.

Assim, o jovem Marcus vê na academia uma oportunidade de canalizar sua raiva e atingir seu maior objetivo de vida: matar Ronald Reagan, o presidente dos Estados Unidos. Essa meta é consequência da implementação da Lei de Reconciliação do Orçamento (1981), que revogou a Lei de Sistemas de Cuidados Mentais e fez com que as instituições de tratamento mental ficassem abandonadas pelo governo, o que causou, indiretamente, a morte dos pais de Marcus.

Além da história intrigante, “Deadly Class” também chama atenção por sua temática mais obscura e violenta. O punk rock certamente desempenha um papel essencial na sua criação, tendo a influência do gênero desde a figuração dos personagens até as músicas escolhidas para compor a sua trilha sonora. O próprio nome do episódio piloto, “Os Filhos de Reagan”, deixa clara essa relação ao fazer homenagem à banda nova-iorquina Reagan Youth, influente no movimento anarcopunk.

Posts Relacionados

Facebook Comments