Artesanato do MS começa a chegar às cidades sedes da Copa

Peças de 18 projetos do estado, envolvendo mais de cem artesãos, serão comercializadas em estandes do Sebrae.

A duas semanas para o início da Copa do Mundo 2014, artesanatos confeccionados por 18 projetos do Mato Grosso do Sul já foram enviados a seis cidades sedes dos jogos, onde serão expostos e comercializados em showrooms instalados pelo Sebrae em locais estratégicos; como shoppings e aeroportos.

A iniciativa faz parte do “Brasil Original”, desenvolvido pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. O objetivo é capacitar artesãos a desenvolver produtos com destaque aos elementos regionais, além de se organizarem como empresa e comercializarem durante grandes eventos esportivos sediados pelo País; em especial o torneio de futebol promovido pela FIFA e as Olimpíadas de 2016.

“O processo para desenvolver estas peças que os turistas terão acesso envolveu muito mais gente, cerca de 100 artesãos, já que temos associações que enviaram seus trabalhos”, afirma Gemima de Oliveira Moreira, analista técnica do Sebrae e gestora do projeto no MS. Segundo ela, a ação deve movimentar ao menos R$ 50 mil; porém, o foco é dar visibilidade ao trabalho desenvolvido no estado.

Ao todo, 150 peças por empresa (artesão ou grupo de profissionais) foram enviadas para serem expostas em espaços de 200 a 400 metros quadrados instalados nas seguintes capitais: Brasília, Fortaleza, Natal, Porto Alegre, Salvador, e São Paulo. “Faremos a reposição dos produtos caso haja um volume de vendas maior que o esperado”, destaca Gemima.

Silvia Stump, especializada em trabalhos com vitrais, concorda que o mais importante é se mostrar ao mundo. “A minha intenção principal é expor o meu produto, difícil de ser visto aqui no Brasil, pois poucas fazem isso. Não uso o vidro apenas para modelar; crio um projeto antes, que tenha como fundamento esta matéria-prima”, explica a artesã. Para o evento, ela desenvolveu uma linha de peças baseadas nas penas das aves do Pantanal, como as araras azul e canindé, além da paloma e do mutum.

A Copa do Mundo começa no dia 12 de junho e segue até o dia 13 de julho, recebendo delegações e turistas das mais diversas partes do mundo, principalmente dos 32 países que disputam o campeonato
.