Angélica terá curso de bovinocultor de leite

A Secretaria de Assistência Social de Angélica em parceria com o SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) irá realizar o curso de bovinocultor de leite em Angélica, este curso será oferecido pelo PRONATEC (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego) do governo federal.

 

O curso terá início no município no dia 24 de junho e as inscrições podem ser realizadas até o dia cinco de junho (próxima quinta-feira) no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) localizado na Avenida Antônio Basílio de Lima, Bairro Imperial, junto com a Secretária de Assistência Social, das 07:00 ás 11:00 e das 13:00 ás 17: horas.

 

Serão oferecidas 30 vagas, com duas turmas, uma no período matutino e outra no período vespertino, o local do curso será definido de acordo com a conveniência e a facilidade de acesso dos inscritos e terá duração de 200 horas, com aulas de quatro horas de duração, quatro vezes por semana de segunda á quinta-feira. Cada aluno receberá uma bolsa auxílio para participar do curso, no valor de R$ 2,00 por hora aula.

 

Na noite de quarta-feira os interessados conheceram como será ministrado o curso em uma reunião no Sindicato Rural de Angélica, onde foram apresentadas as vantagens e o diferencial deste curso que terá também aulas de empreendedorismo, que irá ajudar o produtor na administração da propriedade “o diferencial deste curso é que ele irá ensinar o produtor que dá porteira para fora a gente não tem como mudar, mas da porteira para dentro nós podemos gerenciar as dificuldades e assim melhorar a produção” disse Juliana Cascão, representante do SENAR durante á apresentação do curso aos produtores.

 

Os interessados em participar do curso deve apresentar no ato da inscrição RG ou outro documento com foto, C.P.F, certidão de nascimento ou casamento, comprovante de endereço, declaração de escolaridade ( só é necessário saber ler e escrever, não tem uma escolaridade mínima) e para receber o auxílio não precisa ter conta bancária, cada aluno receberá um cartão que poderá sacar o auxilio a cada 15 dias.

 

Após o encerramento do curso cada participante receberá um certificado de conclusão do curso emitido pelo SENAR, válido em todo Território Nacional, mas para receber o certificado cada aluno deverá ter no mínimo 80% de participação e frequência durante o curso.