TSE vai analisar ação do PT contra Globo, Faustão e Luciano Huck

O Tribunal Superior Eleitoral vai analisar uma ação do PT contra a TV Globo e os apresentadores Fausto Silva e Luciano Huck. Eles são acusados de abuso de poder econômico e dos meios de comunicação.

A peça alega que, ao ser entrevistado por Fausto Silva no último domingo, Huck quis promover a pré-candidatura dele através de uma entrevista despretensiosa, afetando a isonomia entre os pré-candidatos.

Segundo o PT, eles discutiram em rede nacional a necessidade de uma candidatura nova, de modo que somente por candidatos como Huck, se poderia vislumbrar um futuro melhor.

A ação é do senador Lindbergh Farias e do deputado Paulo Pimenta. Na visão de Pimenta, a entrevista interfere no processo eleitoral: “entramos hoje com representação contra a Rede Globo pedindo a responsabilização de uma emissora que é concessão pública, pela interferência no processo eleitoral de maneira criminosa”.

No ano passado, Luciano Huck foi sondado por diferentes partidos e chegou a manter conversas com o PPS. Mas comunicou no final de novembro que não deseja se candidatar à Presidência da República.

Em nota, a TV Globo negou que tenha feito qualquer campanha para Luciano Huck. A emissora afirma que em anos eleitorais, impede que contratados que queiram se candidatar permaneçam no ar, concluindo que não apoia nenhuma candidatura.

*Informações do repórter Levy Guimarães

Posts Relacionados

Facebook Comments