Tia diz que criança se escondeu em máquina de lavar em chacina no RS

Tia diz que criança se escondeu em máquina de lavar em chacina no RS

Um vizinho é suspeito de matar a facadas uma mulher e três filhos na manhã de quinta-feira (8), em Triunfo, na região metropolitana de Porto Alegre. Durante a chacina, duas crianças, uma de cinco e outra de 12 anos, conseguiram se salvar — uma estava escondida dentro da máquina de lavar e outra embaixo do assoalho da residência. “Ela sobreviveu se escondendo dentro da máquina de lavar”, afirmou Veridiana Pereira Borges, tia da criança.

Uma discussão entre o suspeito e a família teria motivado o crime, que ocorreu na rua de chão Travessa 2. As vítimas foram identificadas como Mirian Ribeiro Pereira, de 52 anos, Valquiria Pereira Borges, 30, Valeria Pereia Borges, 28, e João Paulo Pereira Borges, 21. De acordo com a polícia, as mulheres foram assassinadas em frente à casa, enquanto o rapaz foi morto próximo a porta. Os outros três filhos, um adolescente e duas crianças, conseguiram fugir.

Em entrevista ao R7, Veridiana Pereira Borges, tia da criança que se escondeu dentro da máquina de lavar, disse que o suspeito discutia com toda a vizinhança. “Ele é um louco. Ele começava a gritar com as pessoas do nada”, contou. “Tem uma vizinha que ele ameaçou de voltar e matá-la”, informou.

No dia do crime, o suspeito teria colocado a mão em cima da genitália para uma das filhas de Mirian. A partir de então, começou a discussão. Ao R7, o delegado disse que o homem teria ido até sua residência, pegado a faca e, então, começado o ataque. “Ele matou as mulheres fora da residência e, o homem, pelo vão da porta que estava entreaberta”, relatou.

Melo também informou que um dos sobreviventes, no entanto, teria pego as crianças e as levado até uma vizinha. De lá, ele teria ido pedir ajuda. O delegado comentou que, após matar as quatro pessoas, o homem teria ainda ameaçado outra vizinha.

Agora, a família Pereira Borges vive sob medo e tristeza, segundo Veridiana. “A gente está com medo, porque não sabemos se ele vai voltar e tentar matar mais alguém”, relatou. “E todos estamos despedaçados. Está tudo desmoronado.”

O caso foi registrado na Delegacia de Triunfo, e a Polícia Civil decretou a prisão preventiva do suspeito, que está foragido.

R7

Posts Relacionados

Facebook Comments