Temporada 2020 do Som da Concha acontece por meio de lives em outubro e novembro

O projeto Som da Concha Helena Meirelles, edição 2020, promovido pela Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), atendendo as normas de prevenção para evitar o contágio da Covid-19, acontece por meio de lives nos meses de outubro e novembro, com seis finais de semana ininterruptos de apresentações com os 20 selecionados de 2020 e 04 remanescentes da edição 2018. Os shows acontecerão de 17 de outubro a 22 de novembro, sempre aos sábados e domingos a partir das 18 horas pelo Youtube.

Nesse primeiro fim de semana a abertura será com Murilo Martinez, Trio de Três Lagoas, e Zé Pretim, no sábado (17). Já no domingo (18) é a vez de Diovibe, de Corumbá, e Adilson Big e Banda Company, com apresentações a partir das 18 horas pelo www.youtube.com/fundacaodeculturamsoficia

Zé Pretim

O Bluesman mais querido do MS apresenta seu show “Blues Pantaneiro”, acompanhado de Ju Souc na bateria e João Carlos no baixo. Zé Pretim apresenta as músicas que viraram sucesso na sua voz e guitarra, entre elas Chico Mineiro, Asa Branca, Cuitelinho, Trem do Pantanal e ainda músicas autorais. 

O show “Murilo Martinez Trio” traz um estilo contemporâneo, inclusivo e singular, explorando as raízes sonoras brasileiras com leveza e singularidade. Utilizando afinações alternativas e instrumentos de diversas regiões do mundo, o trio se destaca pela originalidade no gesto das composições.

Murilo Martinez Trio

Formada em meados de outubro de 2015 em Corumbá – MS, a banda de rock cristão Diovibe apresentará o show “A Fuga”, estilo inspirado em grandes ícones do rock cristão nacional, tais como Oficina G3, Resgate e Fruto Sagrado.

Adilson Big e Banda Company traz o show “O melhor do Rock”, um repertório de boa música nacional e internacional, além da homenagem à Banda Alta Tensão, criada em 1984 por Adilson quando gravou dois discos. Depois, em 1988, fundou a Banda Big Company, com estilo rock e pop rock, e em 1993 a Banda Lilás, onde permaneceu por aproximadamente 10 anos. Seguindo o mesmo estilo, fundou a Banda Company, em 1996, com vertente em formaturas, casamentos e festas em geral.

“O projeto Som da Concha sempre teve como característica a pluralidade. Não existe um estilo musical que tenha predileção na seleção e a programação deste ano reafirma isso. O público vai poder conferir desde shows instrumentais de diferentes vertentes como jazz, viola brasileira e rock progressivo, até bandas de metal, punk e rock clássico. Tem violeiro, bossa, MPB e também nossos cantores e compositores consagrados como Geraldo Espíndola e Aurélio Miranda”, conta Vitor Maia, do Núcleo de Música da Fundação de Cultura de MS.  

Som da Concha – O projeto criado em 2008 pela Fundação de Cultura proporciona shows aos domingos com entrada franca na Concha Acústica Helena Meirelles, que fica no Parque das Nações Indígenas. O projeto valoriza e difunde a produção musical sul-mato-grossense, selecionando músicos instrumentistas ou cantores solos, bandas ou grupos musicais residentes em Mato Grosso do Sul.

Adilson Big

Serviço – Os shows acontecerão de 17 de outubro a 22 de novembro, sempre aos sábados e domingos a partir das 18 horas pelo www.youtube.com/fundacaodeculturamsoficial  . Confira a programação completa das apresentações clicando aqui.

Fonte:

Texto: Jefferson Ribeiro, FCMS

Fotos: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui