Riedel recebe deputados e servidores e promete análise em pleito para incorporar abono

Riedel recebe deputados e servidores e promete análise em pleito para incorporar abono

O grupo de deputados estaduais e representantes dos servidores administrativos da educação deixou a pouco o encontro com o secretário estadual de governo, Eduardo Riedel (PSDB), que prometeu buscar uma alternativa jurídica para garantir a incorporação do abono de R$ 200 no salário da categoria.

“A gente entende que o Estado tem um teto de gastos, mas vimos nomeacoes e contratacoes. Não estou dizendo que não é necessário ou importante contratar, mas é preciso priorizar os servidores. O Estado precisa buscar alternativas para a incorporacao do abono, seja enxugando a folha, ou aumentando a receita”, disse a presidente em exercício da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), Sueli Veiga.

Segunda ela, o governo de Reinaldo Azambuja (PSDB) alegou que não teve condições de conceder o abono já que no 1º quadrimestre de 2018 não houve margem para a incorporação, e que fazê-lo poderia configurar desrespeito à LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal).

Fetems pede que o governo analise o próximo quadrimestre, que fecha no fim de setembro, para conceder R$ 100 do abono em outubro de 2018, e o restante em maio de 2019.

O deputado Amarildo Cruz (PT), que acompanhou a reunião, disse que até o final do dia o governo terá uma resposta. Segundo o petista, a gestão tucano prometeu encontrar uma alternativa jurídica para encaminhar, até amanhã, quarta-feira (4), um projeto de lei à Assembleia garantindo a incorporação.

Com o governador em agenda no interior do Estado, a expectativa da Fetems é que a resposta do governo seja apresentada até o fim do dia. Às 14h está marcada uma assembleia na sede da entidade para discutir a questão.

 

 

 

Fonte: Midia MAx

Posts Relacionados

Facebook Comments