Responsável por touro que feriu dois pode responder por lesão corporal

Animal descontrolado causou transtornos na manhã desta quarta-feira

O responsável pelo touro que escapou e causou tumulto com dois feridos na manhã desta quarta-feira (12), no cruzamento da Avenida Gury Marques com a Avenida Guaicurus, em Campo Grande, pode responder pelo crime de lesão corporal dolosa, quando não há intenção. Além disso, será autuado por omissão de cautela na guarda do animal.

De acordo com o delegado André Luiz de Mendonça Fernandes, da 4ª Delegacia de Polícia Civil, onde o boletim de ocorrência foi registrado, o proprietário ainda não foi identificado, mas é possível que se apresente para resgatar o touro que foi capturado pelo Corpo de Bombeiros e pela Polícia Militar, e encaminhado ao CCZ (Centro de Controle de Zoonoses). Uma mulher se feriu e um homem que tentou segurar o bicho também.

O delegado explicou que a omissão de cautela é uma contravenção e que, neste sentido, não cabe prisão. No caso da lesão corporal, o delegado afirma que será necessário uma análise minuciosa das responsabilidades do proprietário desde as circunstâncias da fuga. “No boletim de ocorrência, citamos a lesão mais para que as vítimas possam fazer exame de corpo delito”, explicou. O caso foi registrado na 4ª, mas deve ser encaminhado para a 5ª Delegacia, que é a responsável pela área onde os fatos ocorreram.

No boletim de ocorrência, consta o relato da motociclista de 48 anos que se feriu. Ela informou que seguia pela Guaicurus, quando a cerca de 50 metros da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Universitário, após ter passado pelo canteiro, se deparou com o animal de grande porte, com chifres. A vítima disse que o animal estava furioso e a atingiu na perna esquerda, jogando-a na pista, causando ferimentos.

Segundos antes, a mulher viu o animal se aproximando e tentou arrancar com a moto, mas foi golpeada. Logo em seguida, um rapaz de moto e um ciclista a socorreram, distraindo o touro. A vítima pontua que o touro arrastou sua motocicleta. Ela recebeu socorro na UPA das Moreninhas, onde foi constatado que houve ferimentos, mas sem lesão. A mulher demonstrou interesse na identificação do responsável, para que ele seja punido.

Homem de 40 anos que passava pelo local foi atacado e teve o pulmão perfurado. Ele também foi socorrido e está internado na Santa Casa, está consciente e orientado. De acordo com a assessoria do hospital, ele está na área vermelha do pronto-socorro, consciente, orientado e estável, e tem realizado exames de imagens e está sendo acompanhado pela equipe de cirurgia do tórax.

midiamax

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui