Portuguesa dá baile no Corinthians e deixa torcedor na Capital frustrado

Não foi desta vez que os torcedores sul-mato-grossenses do Corinthians puderam comemorar o bom desempenho do atual campeão mundial. O time decepcionou a torcida que era maioria absoluta entre os 14 mil pagantes no Morenão e viu o Timão ser derrotado por 4 a 0 pela Portuguesa. 

Antes mesmo do fim da partida, corintianos já deixavam o estádio. Muitos indignados com o time, outros reclamando da arbitragem, que anulou dois gols da equipe paulista.

O atacante Emerson Sheik foi o único do Corinthians a falar com a imprensa. Disse apenas que a torcida não está acostumada com este tipo de resultado. “É normal que a torcida não entenda, o Corinthians é muito grande. Vamos ter que trabalhar muito para recuperar este resultado”.

Os jogadores da Portuguesa deixaram o campo comemorando a vitória histórica sobre o rival. Wanderson, que conhece muito bem o estádio Morenão, pois defendeu o Cene por quatro anos, afirmou que “não tem preço” fazer um gol na presença de tantos amigos e parentes.

Após o fim da partida, ele foi comemorar a vitória junto com torcedores da Portuguesa. Ele disse que vai continuar em Campo Grande hoje para curtir a noite na cidade e continuar a comemoração.

Com o resultado deste domingo, a Portuguesa subiu para 11º lugar na séria A do Brasileirão e o Corinthians fica 13ª  posição.

 

Emerson Sheik foi o único que falou com a imprensa no fim da partida. Disse que o time vai ter que treinar muito para recuperar essa derrota. Emerson Sheik foi o único que falou com a imprensa no fim da partida. Disse que o time vai ter que treinar muito para recuperar essa derrota.

 

Torcedores da Lusa comemoram vitória no Morenão.Torcedores da Lusa comemoram vitória no Morenão.

 

O jogo – A goleada começou já nos 10 primeiros minutos de partida, com dois gols seguidos do camisa 9, Gilberto. Na sequência, o Corinthians conseguiu um pênalti, Guerrero chutou mas o goleiro Lauro defendeu para a Lusa.

Gilberto também marcou o terceiro da partida. Após receber um lançamento de longa distância, driblou o goleiro Cassio e jogou a bola para o fundo da rede do Timão, marcando o 11º gol no Campeonato Brasileiro este ano.

Antes de levar o terceiro, o técnico Tite, com intuito de deixar o time mais ofensivo, tirou o volante Ibson e colocou o meia Danilo. Já o quarto gol da Portuguesa foi marcado por Wanderson. Ele recebeu a bola na entrada da área, driblou Cássio e chutou.

No segundo tempo, o zagueiro corintiano Gil agrediu com uma cotovelada o meio campo da Lusa, Bergson, e foi expulso aos 20 minutos .

O Timão teve também dois gols anulados, um de Emerson Sheike e outro de Alexandre Pato, ambas por impedimento. A decisão revoltou os torcedores corintianos que passaram hostilizar o trio de arbitragem.