PMA autua fazendeiro em R$ 15 mil por construir estrada e barragem degradando área protegida de rio

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Corumbá realizava fiscalização na região do Distrito de Albuquerque, a 58 quilômetros da cidade, no município, e localizou ontem (23), a construção de uma estrada degradando as matas ciliares dentro da área de preservação permanente (APP) e alterando o fluxo do rio Verde. O proprietário da fazenda, um corretor de imóveis de 70 anos, executava a obra, que envolvia um aterro de barragem no rio para a estrada, sem a autorização ambiental.

A PMA interditou as atividades. O infrator, residente em Corumbá, foi autuado administrativamente e multado em R$ 15.000,00 pela construção ilegal. Ele também responderá por crime ambiental de degradar área de preservação permanente (APP) e, se condenado, poderá pegar pena de detenção de um a três anos.

 

Idest