Paraguaios veem falta de concentração em empate com o Catar

Paraguaios veem falta de concentração em empate com o Catar

O Paraguai vencia o Catar por 2 a 0, mas sofreu o empate e agora precisa buscar a classificação às fases finais da Copa América contra Argentina e Colômbia.

Autores dos gols, Cardozo e Derlis lamentam a falta de regularidade durante a partida.

“Nos desconcentramos muito. Entramos com toda força no primeiro tempo, depois corremos atrás da bola. Eles têm um bom time, infelizmente sofremos o empate. Agora temos de nos preparar para a próxima partida”, disse Cardozo.“Não soubemos aproveitar a vantagem, são jogos-chave. Não podemos ficar fora, faltam dois jogos pela classificação. Todos os jogos serão difíceis, sabíamos que seria difícil hoje também. Não aproveitamos, temos que levantar a cabeça e estar prontos para enfrentar a Argentina”, analisou Derlis.

O Paraguai volta a campo para enfrentar a Argentina, quarta-feira, no Mineirão. A líder Colômbia receberá o Catar no mesmo dia, no Morumbi.O Paraguai empatou em 2 a 2 com o Catar domingo à tarde, no Estádio do Maracanã, pela primeira rodada da Copa América, em duelo válido pelo Grupo B da Copa América.

O Paraguai abriu o placar com Cardozo e ampliou com golaço do santista Derlis González. O Catar manteve a boa organização tática e diminuiu com Almoez Ali, em outro bonita chute de fora da área, e empatou com Khoukhi.

Com o empate, Paraguai e Catar ficam atrás da líder Colômbia, que venceu a lanterna Argentina por 2 a 0. Na próxima quarta-feira, o Paraguai enfrenta a Argentina no Mineirão. No mesmo dia, a Colômbia duelará contra o Catar, no Morumbi.
O Paraguai teve um “garçom” improvável no Maracanã: a defesa do Catar, principalmente com o goleiro Al-Sheeb. Vários erros na saída de bola facilitaram a vida dos albirrojos.

Arzamendia teve boa chance após driblar o goleiro. Na sequência, aos 2, Balbuena cabeceou e a bola bateu na mão de Pedro Miguel. Pênalti convertido por Cardozo.

No minuto 15, o Catar perdeu chance incrível. Hassan cruzou bem da esquerda e Al-Haydos, sozinho no segundo pau e sem goleiro, se atrapalhou e chutou para fora.

Quando o placar marcava 34, o Paraguai teve nova oportunidade pelo alto. Almiron e Cecílio fizeram jogada ensaiada em escanteio e Balbuena, de novo ele, cabeceou com perigo. Nos minutos seguinte, a defesa do Catar voltou a vacilar – e duas vezes. Pérez desperdiçou ambos os lances para ampliar.

Aos 45, pouco antes do intervalo, Almoez Ali saiu na cara do gol e Gatito fez defesa espetacular para garantir a vantagem parcial do Paraguai.
No sexto minuto, Cardozo faria o segundo gol depois de passe de Almiron, mas a arbitragem, com o auxílio do VAR, assinalou impedimento de Derlis González no início da jogada. E aos 10, o Catar não resistiu. Derlis, que entrou no intervalo, arriscou de fora da área e marcou um golaço.

Depois do domínio nos primeiros minutos da etapa final, o Paraguai diminuiu o ritmo e levou o castigo. Almoez Ali recebeu na entrada da área, cortou e chutou bonito, no ângulo de Gatito – a bola resvalou em Alonso antes de entrar.

Aos 31, veio o empate. Depois de jogada bem trabalhada, Khoukri recebeu na frente de Gatito e chutou mascado. O goleiro desviou para trás e Rojas tentou evitar, mas não conseguiu. Ele se chocou com a trave e teve de ser substituído.

Após o empate, o Paraguai se lançou ao ataque, mas não teve força para desempatar. O Catar suportou bem na defesa, ainda levou perigo em contra-ataques e conquistou ponto importante.

gazetaesportiva

Posts Relacionados

Facebook Comments