Palmeiras vence o Inter e fica a um empate das semis da Copa do Brasil

Palmeiras vence o Inter e fica a um empate das semis da Copa do Brasil

O Palmeiras se aproximou de uma vaga nas semifinais da Copa do Brasil durante a noite desta quarta-feira. Em um Allianz Parque com mais de 36 mil torcedores, o time de Luiz Felipe Scolari jogou ao seu melhor estilo e, com uma atuação segura, dominou e venceu o Internacional por 1 a 0, com gol de Zé Rafael.

Com o resultado, o Palmeiras ganha o benefício de jogar pelo empate no duelo de volta das quartas de final, marcado para a próxima quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Beira-Rio. Para se classificar, o Inter precisa de uma vitória por dois ou mais gols de diferença. Em caso de vitória simples, o time gaúcho força a disputa por pênaltis.

Antes da decisão em Porto Alegre, o Palmeiras tem um clássico pela frente: no sábado, às 19 horas, o rival é o São Paulo, no Morumbi, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro, do qual o Verdão é líder. O Inter, por sua vez, visita o Athletico-PR no domingo, às 16 horas, na Arena da Baixada.O Jogo – O primeiro tempo foi de um time só. Após um início truncado, o Palmeiras foi tomando conta das principais ações ofensivas e não demorou a abrir o placar. Aos 19 minutos, após a zaga do Inter afastar escanteio cobrado pela esquerda, Bruno Henrique pegou o rebote na direita e cruzou na medida para Zé Rafael testar firme na primeira trave, sem chances de defesa para Marcelo Lomba.

O Inter tentou responder rápido. Aos 22, Nico López recebeu na intermediária e chutou com força. Foi a única vez que Weverton precisou trabalhar bem na primeira etapa. Com Paolo Guerrero neutralizado, o Verdão levava perigo nos contra-ataques. Um deles nasceu com Zé Rafael, que roubou a bola de Bruno na esquerda, tabelou com Deyverson e bateu para fora.

Aos 42, Dudu quase marcou um gol de placa: após Bruno Henrique carimbar a barreira colorada em cobrança de falta, o camisa 7 pegou de primeira e mandou rente à trave esquerda de Lomba. No último lance, Luan quase ampliou, mas cabeceou fraco e facilitou a vida do goleiro rival.Em busca de um segundo tempo diferente, o Inter voltou com D’Alessandro no lugar de Nonato, que pouco incomodou na primeira etapa. Mas quem seguia tendo as melhores chances era o Palmeiras. Em dez minutos, Zé Rafael e Dudu, duas vezes, levaram perigo à meta defendida por Marcelo Lomba.

Para se ter uma ideia de como o Inter pouco ameaçava, Weverton só voltou a ter trabalho aos 22 minutos, quando Nico López chutou fraco da entrada da área. No lance seguinte, o Palmeiras teve grande chance de ampliar, mas Deyverson errou passe fácil em contra-ataque de dois contra um, e a bola não chegou em Zé Rafael, que estava livre.

Para reforçar a marcação no meio-campo, Felipão colocou Thiago Santos no lugar de Felipe Melo, que tinha cartão amarelo. Embora tenha ficado mais fechado, o Palmeiras seguia melhor e quase ampliou em uma linda jogada de Bruno Henrique, que foi travado na hora do chute. Ainda deu tempo de Willian entrar na vaga de Zé Rafael e voltar a jogar após sete meses, período em que ficou afastado por causa de uma cirurgia no joelho.

gazetaesportiva

Posts Relacionados

Facebook Comments