Multas por crimes ambientais no Estado chegam a R$ 148 mil em três meses

Multas por crimes ambientais no Estado chegam a R$ 148 mil em três meses

O valor das multas por crimes ambientais durante os três primeiros meses da Piracema chegaram a R$ 148 mil em Mato Grosso do Sul. O número representa um aumento de 34,80% em comparação com mesmo período de 2017, quando as multas foram pouco maiores que R$ 109 mil.

As ações tiveram início no dia 5 de novembro do ano passado e se estendem até o dia 28.

Conforme as informações divulgadas pela assessoria de imprensa da Polícia Militar Ambiental, 37 pessoas foram presas por pesca predatória nos três primeiros meses da operação deste ano contra 44 da operação passada.

A quantidade de pescado apreendida teve aumento. Até o momento, foram 1.746 quilos de pescado, contra 937 quilos dos três meses da operação passada. Em uma única apreensão realizada em Corumbá, foram apreendidos 949 quilos de pescado.

Os policiais militares ambientais avaliam que a quantidade de pescado apreendida está dentro do aceitável. Segundo eles, tem-se apreendido em média uma tonelada de pescado por piracema, com aproximadamente 60 pessoas presas.

MARESSA MENDONÇA

Posts Relacionados

Facebook Comments