Guerrero faz um, Peru bate Paraguai e fica novamente como terceiro melhor da América

 

Paolo Guerrero encerrou a Copa América mostrando o que o torcedor do Flamengo pode esperar dele a partir da próxima terça-feira, quando será apresentado no clube. Além de ter participado do lance que originou o primeiro gol do Peru, marcado por Carrillo, no triunfo por 2 a 0 sobre o Paraguai, em Concepción, o atacante ainda deixou a sua marca e ajudou os peruanos a assegurarem pela segunda edição de Copa América consecutiva o terceiro posto do torneio continental. O torcedor chileno que compareceu ao Ester Roa também chamou a atenção. Mesmo com a derrota da Albirroja, as mais de 29 mil pessoas que compareceram ao estádio fizeram uma bela festa.

Torcida chilena

Os mais de 29 mil torcedores que compareceram ao Ester Roa foram os principais destaques da decisão do terceiro lugar. Eles cantaram o tempo todo, fizeram “ola” e tentaram incentivar o Paraguai no duelo diante do Peru. No fim da partida, eles gritaram mensagens de apoio a entoaram o hino nacional do Chile. Pareciam empurrar a seleção local, que neste sábado vai enfrentar a Argentina, em Santiago, na decisão da Copa América.

Artilheiro de novo?

Com o gol nesta sexta-feira, Guerrero se igualou a Eduardo Vargas, do Chile, na artilharia da Copa América, com quatro gols. Caso seja confirmado com um dos goleadores, o peruano vai quebrar uma marca de 91 anos. A última vez que um atacante foi o maior marcador em duas edições consecutivas do torneio foi em 1923 e 1924. O dono da façanha é o uruguaio Petrone.

Odair de Oliveira – Fonte: Globoesporte.com

 

 

Posts Relacionados

Facebook Comments