Guarda Municipal de Ponta Porã faz balanço de ações nos 115 dias de 2019

Nestes primeiros cento e quinze (115) dias do ano de 2019, a Sec. Mun. de Seg. Pública faz o balanço das ações da Guarda Civil Municipal de Fronteira (GCMFron) e da Coordenadoria Mun. de Trânsito e Transportes, onde diariamente as guarnições do Tático de Motocicletas e Viaturas Operacionais atuam em rondas preventivas e ostensivas por todas as ruas, no âmbito do município de Ponta Porã.

As referidas rondas são de importância vital para a manutenção da ordem pública, da incolumidade das pessoas e do patrimônio público, pois historicamente é comprovado que a sociedade precisa do poder de polícia para atuar como mecanismo de prevenção da desordem e manutenção da paz.

Durante o mês de janeiro/2019 foram confeccionados seiscentos e noventa e nove (699) Boletins de Atendimento; no mês de fevereiro/2019 foram confeccionados seiscentos e quarenta e sete (647) B.A.; no mês de março/2019 foram confeccionados seiscentos e noventa e sete (697) B.A. e até o dia 24/04/2019 foram realizados mais quinhentos e onze (511) Boletins de Atendimentos, somando um total de dois mil quinhentos e cinqüenta e quatro (2554) atendimentos, onde a GCMFron deu uma resposta de reação rápida ao chamado da sociedade, cumprindo assim o seu dever de servir e proteger o cidadão pontaporanense, preservando o bem maior que um ser humano pode ter, a vida.

No mês de janeiro/2019 foram lavrados quinhentos e oitenta e seis (586) Autos de Inflações de Trânsito; em fevereiro/2019 303 AIT; em março/2019 36 AIT e até a data de 24/04/2019 34 AIT, somando um total de novecentos e cinqüenta e nove (959) Autos de Infração de Trânsito, devido ao fato de muitos condutores ainda insistirem em afrontar o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), desobedecendo as Normas de Circulação e Conduta, realizando atos como ultrapassagens em curvas, avanços do sinal vermelho do semáforo, transitar com o veículo na contramão de direção e sem usar o cinto de segurança, estacionar no passeio, transitar a bordo de motocicletas sem fazer uso do capacete de segurança, dentre outras infrações de trânsito, colaborando para a ocorrência de acidentes, muitas vezes com resultado de vítimas fatais, lesões graves e seqüelas permanentes, causando desolações nas famílias, onerando os serviços de atendimento de traumas e urgências nos Hospitais Públicos do Município.

No mês janeiro/2019 foram atendidas quatro (04) ocorrências; no mês de fevereiro/2019 foram quatro (04) ocorrências; no mês de março/2019 nove (09) ocorrências e no mês de abril/2019 cinco (05) ocorrências , somando um total de vinte e duas (22) ocorrências até o dia 24 de abril de 2019 . A maioria delas envolvendo ações de delinqüentes armados, como assaltantes de residências, furtos na área comercial, perturbação do sossego alheio, vias de fatos, violência doméstica, acidentes de trânsito, porte ilegal de arma de fogo, e tráfico de drogas.

Os Agentes da GCMFron também atuaram na guarda e custódia de vinte e nove (29) presos, durante o mês de janeiro/2019, quarenta e cinco (45) presos no mês de fevereiro/2019 e onze presos no mês de março/2019, somando um total de oitenta e cinco (85) escoltas e guarda de presos até a data do dia 24/04/2019. Operações estas, realizadas em ações conjuntas com Policiais Militares do 4º BPM e com os Agentes da Polícia Civil (SIG), atuando na condução e escolta de presos do 1º DP, para o Instituto Médico Legal (IML), Hospital Regional e para o presídio Ricardo Brandão.

As escoltas e guardas de presos, são monitoradas pelo Centro Integrado de Operações de Segurança (CIOPS) da Polícia Militar, possibilitando que as três instituições possam se comunicar em tempo real. Realizando intercambio entre as referidas forças de Segurança Pública, integrando as viaturas operacionais de pronto emprego, que realizam escolta e guarda de presos.

FONTE: pontaporainforma

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui