Governador de MS diz que espera fim de conflito agrário ainda em 2014

O governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), afirmou, na manhã desta segunda-feira (3), que espera a solução para o conflito entre indígenas e produtores rurais até o fim de seu mandato, em dezembro de 2014. O peemedebista falou à imprensa após revista à tropa na abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa.

Puccinelli destacou que tanto os indígenas quanto os patrícios que estão nas áreas conflituosas “querem uma solução”. Por isso, ele disse que pediu agilidade para o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e que colocou toda a sua equipe à disposição para resolver a situação.

Entre as prioridades para o último ano de gestão, o governador pontuou a conclusão das obras do programa MS Forte 2, como a finalização do Aquário do Pantanal e das unidades da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) em Dourados e Campo Grande.