Fazendeiro é multado em R$ 15 mil por destinação ilegal de agrotóxicos

Um fazendeiro de Miranda, a 201 quilômetros de Campo Grande, foi multado em R$ 15 mil por destinação ilegal de agrotóxicos. Ele responderá por crime ambiental de produzir, processar, embalar, importar, exportar, comercializar, fornecer, transportar, armazenar, guardar, ter em depósito ou usar produto ou substância tóxica, perigosa ou nociva à saúde humana ou ao meio ambiente, em desacordo com as exigências estabelecidas em leis ou nos seus regulamentos.

Segundo a assessoria de imprensa da PMA (Polícia Militar Ambiental), 15 galões com restos de agrotóxicos estavam abandonados a céu aberto nas proximidades de um galpão da fazenda do produtor rural.

O armazenamento do produto perigoso contrariava as normas técnicas e a legislação ambiental. O agrotóxico foi aprendido e o proprietário rural foi notificado a tomar as providências para a destinação adequada dos resíduos perigosos.

Se condenado for condenado pelo crime ambiental, o fazendeiro poderá pegar pena de um a quatro anos de reclusão.