Fapec realiza concurso público em Antônio João-MS para selecionar servidores municipais

Fapec realiza concurso público em Antônio João-MS para selecionar servidores municipais

Uma das mais importantes instituições do Estado, a Fapec (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura), foi escolhida por dispensa de licitação para realizar o concurso público da Prefeitura Municipal de Antônio João. As inscrições para o concurso serão abertas no dia 10 de maio, sendo que as provas serão aplicadas no dia 8 de julho deste ano.

A Fapec foi criada em 1982 como fundação de apoio à Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Desde a criação, a instituição tem como objetivo realizar trabalhos de pesquisa, ensino e extensão, desenvolvimento institucional, prestação de serviços técnicos especializados e apoio técnico-administrativo e financeiro à comunidade, por meio de projetos e programas de trabalhos desenvolvidos em parceria com organizações públicas e privadas. A Fapec é uma instituição sem fins lucrativos.

Atualmente, é a única fundação credenciada pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação como fundação de apoio à Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Também é uma instituição credenciada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq.

“Pelo histórico de competência e credibilidade, por ser também responsável pela realização dos principais concursos públicos em Mato Grosso do Sul, optamos pela dispensa de licitação ao fazer a escolha, para que tenhamos a segurança de que o concurso será um processo com total transparência”, explicou o secretário municipal de Governo, Afrânio Marques.

O secretário explicou que já foi nomeada através de decreto municipal uma comissão para coordenar a realização do concurso público em Antônio João. A comissão tem como presidente, Afrânio Marques; secretária, Patrícia Magalhães; membros: Sandra Vedovato; o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, João Orzeni, e o presidente do Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação (Simted), professor Joel Aparecido Barbosa Pereira.

“Além de colocarmos representantes dos trabalhadores na comissão, vamos comunicar ao Ministério Público para que o mesmo possa acompanhar todo o processo. Também colocamos uma cláusula que impede a participação de candidatos com grau de parentesco consangüíneo com membros da atual gestão municipal. Desta forma, vamos cumprir cláusulas constitucionais de princípios da impessoalidade, moralidade, legalidade e isonomia”, ressaltou Afrânio Marques.

FONTE: pontaporainforma

Posts Relacionados

Facebook Comments