EUA têm queda histórica em número de fumantes

Menos de 20% dos norte-americanos ainda fumam cigarros. O dado é um marco por funcionários federais da saúde. Após anos de taxas de tabagismo que pairavam em torno de 20 %, o número finalmente caiu para 18,1 % em 2012, mostraram as estatísticas dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças. As informações são do site Health.

“Este é um marco. Temos visto um declínio constante nos últimos anos”, disse o co-autor da pesquisa Brian King, um epidemiologista do Gabinete do CDC sobre Fumo e Saúde. “Mas o progresso ainda não é tão forte como o esperado”, acrescentou.

King disse que vários desenvolvimentos em “nível nacional ajudaram a reduzir as taxas de tabagismo”. “Em 2009, a Família Prevenção do Tabagismo e Lei de Controle do Tabaco foram implementados, o que deu à Food and Drug Administration dos EUA a autoridade para regular o tabaco”, disse ele. Além disso, em 2009 a de imposto federal sobre o pacote subiu.

Outro fator a ser considerado é a campanha publicitária “Dicas de ex-fumantes”, que o CDC lançou em 2012, disse King. Nos anúncios, uma dúzia de ex-fumantes davam depoimentos pessoais angustiantes sobre as consequências devastadoras para a saúde do uso do tabaco. Além da diminuição no número de fumantes, a quantidade de cigarros fumados por dia também caiu.