Em 20 dias, DOF causa prejuízos de R$ 12,5 milhões aos narcotraficantes e contrabandistas

A Assessoria de Comunicação do Departamento de Operações de Fronteira – DOF, divulgou os resultados apurados na repressão ao narcotráfico na fronteira, chegado a apreensão de quase 5 toneladas de drogas até agora neste mês de julho de 2015.

As apreensões de maconha continuam liderando o ranking de apreensões feitas pelo DOF, sendo que do total das apreensões, cerca de 4,7 toneladas foram de maconha. O fato ainda é ligado ao período de produção da droga no Paraguai e, a intensificação do policiamento em áreas estratégicas. Foram realizados estudos específicos em algumas áreas, identificados os “modos operantes” das quadrilhas e montadas as estratégias para repressão do narcotráfico e contrabando, surtindo os efeitos e esse é resultados apurados até o momento.

Foram apreendidas ainda drogas como haxixe, cocaína e êxtase, além de várias cargas de cigarro contrabandeado do Paraguai e produtos de descaminho como bebidas, eletrônicos e confecções, que totalizaram 12,5 milhões em prejuízo ao narcotráfico e contrabandistas na área de fronteira.

Foram apreendidos 1,3 milhões em descaminho (produtos importados sem a devida legalização e desembaraço alfandegário); 6,2 milhões em contrabando de cigarro e mais de cinco milhões nas apreensões de drogas.

Em Bela Vista o DOF apreende veiculo roubado em São Paulo, e em troca de tiro dois morreram, duas armas apreendidas e 480 kg de maconha.

  

O Governo do Estado do MS, através da Secretaria de Justiça e Segurança Pública, estará nos próximos dias, integrados mais policiais militares ao DOF, o que possibilitará o aumento de equipes e implementará as várias ações realizadas pelo Departamento.

Reportagem Odair de Oliveira

Posts Relacionados

Facebook Comments