Dourados: Após manifestação, sem-tetos deixam a prefeitura

Adriano Moretto

Centenas de manifestantes que receberam ordem judicial na manhã de hoje (11) para que deixem o terreno ocupado por eles desde o mês passado, no Jardim Clímax, saíram da frente do CAM (Centro Administrativo Municipal). Eles pretendiam se reunir com o prefeito Murilo Zauith (PSB), que não estava no local.

Após a notificação para que deixem a área, os moradores da região seguiram em caminhada pela avenida Marcelino Pires, passaram em frente a Câmara de Vereadores e em seguida se dirigiram para a prefeitura, pela rua Coronel Ponciano.

Boa parte deles portava guarda-chuva, em alusão a declaração de Zauith de que estariam sob sua proteção.

Desde o início de janeiro, centenas de famílias montaram barracos em uma área onde são construídas 200 casas pelo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) do Governo Federal.

acampamento tomou maiores proporções e se estenderam para propriedades próximas.

A maioria das pessoas alega não ter condições de pagar aluguel, e que está há anos inscrita na Secretaria de Habitação para conseguir uma casa por programas federais, mas não conseguem.