Dínamo de Kiev vai à Fifa contra o São Paulo por atrasar pagamentos pela compra de Tchê Tchê

O Dínamo de Kiev, da Ucrânia, entrou com representação na Fifa contra o São Paulo por atrasos nos pagamentos pela compra dos direitos do volante Tchê Tchê. A informação foi divulgada pelo Uol e confirmada pelo GloboEsporte.com.

O São Paulo não concorda com algumas imposições feitas pelo Dínamo e se recusou a pagar parte das parcelas por conta disso. Como os clubes não entraram em um acordo, os ucranianos foram à Fifa para formalizar o pedido.

O São Paulo, no entanto, não comenta quais são essas imposições feitas pelo Dínamo de Kiev e nem quantas parcelas ainda precisam ser pagas.

Os atrasos nos pagamentos do River Plate pela compra de Lucas Pratto também colaboraram para que houvesse essa prorrogação nos pagamentos de Tchê Tchê.

No início deste mês, o River pagou os R$ 18 milhões que devia ao São Paulo. O clube paulista também havia entrado com representação na Fifa.

Após receber o pedido do Dínamo, a Fifa analisará a situação, e o São Paulo pode receber algumas sanções caso não cumpra os pagamentos. A motivo de comparação, o River Plate levou quase seis meses para quitar as dívidas após a entrada do São Paulo na entidade máxima do futebol.

A situação financeira do Tricolor é delicada. No fim de 2019, o clube registrou um déficit de R$ 180 milhões. A esperança para diminuir essa conta era a venda de jogadores, mas ainda não houve nenhuma nesta janela de transferências.

Tchê Tchê foi contratado no fim de março do ano passado por cerca de R$ 22 milhões na cotação da época. Ele se tornou um dos pilares do meio de campo e foi titular absoluto no Brasileirão tanto com Cuca como com Fernando Diniz.

globoesporte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui