Dicionário de tendências: saiba tudo sobre os termos que estão em alta para os cabelos

Dicionário de tendências: saiba tudo sobre os termos que estão em alta para os cabelos

Você já ouviu expressões como blunt cut ou shaggy bob, e ficou sem entender nada? Muitos dos nomes dados às técnicas populares para os cabelos são em inglês, e podem dar um verdadeiro nó na cabeça. Para dominar as que estão em alta, o DAQUIDALI preparou um dicionário de tendências com tudo o que você vai ver muito em 2017.

 

BLUNT CUT

Fotos: Reprodução/Instagram @kimkardashian; @kendalljenner; @kyliejenner

FOTOS: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM @KIMKARDASHIAN; @KENDALLJENNER; @KYLIEJENNER

Blunt cut pode ser traduzido como “corte sem corte”, ou seja, um estilo simples e minimalista que voltou com tudo. “ELE É UM CORTE RETO E É BEM VERSÁTIL PARA QUALQUER FORMATO DE ROSTO, porque alonga, principalmente quando está abaixo dos ombros. Porém, não funciona muito bem para os fios ondulados ou cacheados, ou para quem tem muito cabelo, porque dá um efeito muito mais cheio e pesado – ficando achatado no topo e mais armado embaixo. Nos lisos e com pouco volume ele cai perfeitamente e até ajuda”, explica a hairstylist NEIVA PENA.

BLORANGE E SUNSET

Fotos: Reprodução/Instagram @mutantparis; @georgiamayjagger; @yourfoxface

FOTOS: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM @MUTANTPARIS; @GEORGIAMAYJAGGER; @YOURFOXFACE

O blorange (uma mistura de “blond”, loiro, com “orange”, laranja) e o sunset (pôr-do-sol) são as tendências de coloração mais quentes da temporada. “O blorange pede que os fios SEJAM DESCOLORIDOS ATÉ CHEGAREM A UM LOIRO CLARO, e depois pode ser feito de duas formas: com coloração ou tonalizantes. PARA QUEM AINDA ESTÁ INSEGURA É ÚTIL INVESTIR NA TONALIZAÇÃO, porque desbota em cerca de 10 lavagens e aí vai para o loiro comum. Ele não é muito versátil, porque tem muito a ver com estilo e personalidade, e na pele morena pode ficar com pouco contraste. Uma solução é escurecer um pouco mais ou apostar em mechas, mantendo parte do cabelo com a cor natural”, aponta.

Fotos: Reprodução/Instagram @jaclynlacyhair; @hair_jedi_alexis; @olaplexza

FOTOS: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM @JACLYNLACYHAIR; @HAIR_JEDI_ALEXIS; @OLAPLEXZA

O sunset segue a mesma linha: um alaranjado fantasia e despojado. “A diferença é que ele mistura mais cores, INDO DO ALARANJADO CLARO ATÉ UMA PONTA MAIS INTENSA, que pode até ser cobre ou vermelha. É bem jovem e descolado”, conta.

SHAGGY BOB

Fotos: Reprodução/Instagram @rosiehw; @johnnyramirez1; @jordanheidenwith

FOTOS: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM @ROSIEHW; @JOHNNYRAMIREZ1; @JORDANHEIDENWITH

Uma das muitas variações do bob, o shaggy é bem despojado e repicado, e perfeito para quem gosta de um visual moderno. “É um corte muito bacana e cheio de movimento, além de ser versátil. FICA BEM EM QUALQUER TEXTURA DE CABELO E ATÉ FORMATO DE ROSTO, porque você pode adaptar o repicado para criar moldura. O cuidado está em fios muito finos, porque pode deixar as pontas com aspecto de quebrado. Vale ressaltar que, apesar de parecer fácil, ele pede uma secada diferente ou uma modelada com pomada para que fique realmente com um resultado interessante no dia a dia”, esclarece.

TIGER EYE HAIR

FOTOS: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM @MOHSINANDSALEHDUBAI; @THRIFTSANDTHREADS; @TALIABEAUTYSTYLE

FOTOS: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM @MOHSINANDSALEHDUBAI; @THRIFTSANDTHREADS; @TALIABEAUTYSTYLE

Como o DaquiDali já te contou, o “olho de tigre” foi inspirado na pedra com o mesmo nome e já conquistou famosas como JENNIFER LOPEZ e JESSICA ALBA. “É uma mescla de cores feita em uma base mais escura e que tem o centro mais natural e pontos mais claros e destacados no contorno. A COMBINAÇÃO CRIA MUITA SUAVIDADE, com o marrom, o dourado e tons de caramelo ou cobre”, explica o hairtsylist WAGNER MACEDO. Aqui você fica sabendo tudo sobre ele.

PUMPKIN SPICE

FOTOS: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM @JACKIE_WELLING; @STACEYLDIETZ; @SALONJOSEPHKENNETH

FOTOS: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM @JACKIE_WELLING; @STACEYLDIETZ; @SALONJOSEPHKENNETH

Inspirada na mistura de especiarias, que é queridinha dos americanos para adoçar bebidas e tortas, a coloração une várias nuances para criar um efeito tridimensional e cheio de movimento, como revelou a hairstylist e especialista GIZÉLIA AMARAL em entrevista recente: “A ideia é deixar essa aparência natural de que o cabelo queima nas pontas, CRIADA COM UMA RAIZ E UMA BASE EM VERMELHO MAIS ESCURO, E COMPRIMENTO COM TONS MAIS SUAVES e luzes claras. Mesclamos várias nuances quentes e frias, PELO MENOS ENTRE TRÊS E QUATRO, e o fundo ajuda a sobressair cada uma”.

Posts Relacionados

Facebook Comments