Centro Poliesportivo da Vila Almeida atende duas mil pessoas por mês

Campo Grande (MS) – O Centro Poliesportivo “Mamede Assem José”, localizado na Região Oeste de Campo Grande, atende por mês aproximadamente duas mil pessoas. O espaço multiuso, popularmente conhecido como Centro Poliesportivo da Vila Almeida, foi inaugurado em 24 de agosto de 2019 pelo Governo do Estado e é administrado pela Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte).

A obra, iniciada há 16 anos, estava abandonada e foi retomada em 2018 por determinação do governador Reinaldo Azambuja. Ao todo, foram investidos R$ 1,9 milhão em recursos do governo estadual, além de R$ 850 mil dos cofres da União para o término do empreendimento. O local possui duas quadras poliesportivas cobertas, vestiários, salas de treinamento e de administração, banheiros e estacionamento para cerca de 80 veículos.

A inauguração do Poliesportivo da Vila Almeida contou com a presença de Virna, ex-jogadora da Seleção Brasileira de Vôlei

O complexo proporciona opções de esporte e lazer para os habitantes da Região Urbana do Imbirussu, mais precisamente da porção tida como “Grande Santo Amaro”, que engloba o Santo Amaro, Zé Pereira, Jardim Panamá e Canadá, Vila Sobrinho, entre outros bairros. De acordo com o coordenador do Centro, Rui Lima, mais de 300 crianças, jovens, adultos e idosos estão matriculados nas escolinhas de modalidades coletivas e aulas funcionais.

“Nós vamos inserindo atividades de acordo com a necessidade dos próprios frequentadores. Sempre tem gente que ainda está descobrindo o local, chega para ver como funciona, começa a praticar alguma atividade e vai trazendo a família”, destaca Rui Lima. “Muita gente gosta de praticar esporte aqui no bairro e eles sempre relatam que não haviam espaços para tais práticas. O pessoal de toda a região vem para cá e percebemos que todos estão bem satisfeitos”, acrescenta.

No Centro, são oferecidas aulas de voleibol, futsal, handebol e basquetebol a crianças e jovens, na faixa etária de cinco a 17 anos (veja a programação no final do texto). O objetivo, segundo o coordenador do complexo, é expandir a oferta dessas modalidades a adultos e idosos. O basquete em cadeira de rodas, para pessoas com deficiência, também é praticado às terças e quintas-feiras, das 19h às 21h.

O espaço também conta com aula de ritmos (modalidade aeróbica de dança), funcional e alongamento. A novidade para 2020 é a inclusão do pilates, que será ministrado pela professora Ingrid Clavico a partir de fevereiro. As atividades são destinadas a pessoas de todas as faixas etárias.

1º Festival de Esporte e Lazer

O primeiro grande evento do Centro Poliesportivo da Vila Almeida ocorrerá no dia 29 de março, o 1º Festival de Esporte e Lazer do Centro Esportivo Mamede Assem José. A ideia é promover competições de todas as modalidades entre os próprios participantes e aulões de ritmos, funcional, alongamento e pilates voltados à comunidade. O basquete 3×3 também será incluído aos atletas da terceira idade.

“Vamos chamar o pessoal adulto que joga voleibol, basquete, futsal e handebol, além das crianças que já participam das escolinhas. O foco é englobar todo o pessoal que frequenta o complexo. Também queremos trazer os pais para prestigiar os filhos e colocaremos atividades para entretê-los. O objetivo é propiciar eventos periódicos, pelo menos quatro por ano”, explica Rui Lima.

Esporte como ocupação 

Inaugurado há cerca de cinco meses, o Centro já é referência para crianças e jovens da comunidade, que têm as escolinhas como forma de ocupar o tempo no contraturno das aulas. “Fico muito feliz, porque sei que todos esperaram isso há muito tempo e é uma oportunidade. Os nossos atletas são muito disciplinados, valorizam muito o trabalho realizado pelos professores. Sabemos que é mil vezes melhor eles estarem aqui do que em outros lugares, ocupando o tempo livre após as aulas”, relata a professora de futsal e basquetebol do Centro, Josimar Pina.

A criançada participa ativamente das escolinhas oferecidas no Poliesportivo

“Procuramos sempre desenvolver a disciplina, o respeito, os valores morais, queremos não só formar um atleta, mas também um cidadão. Daqui pode sair um atleta, quem sabe, mas pode também sair um professor, um dentista ou engenheiro, por exemplo”, avalia.

A profissional de educação física conta que as famílias da região já se sentem parte do espaço. “Realmente são, porque precisamos deles e eles de nós, é uma troca. Notamos que os pais, mães, avós e demais familiares estão prestigiando bastante as escolinhas e os professores, é como se o Centro fosse quintal da casa deles”.

Adiely Mota, professora de handebol e futsal, responsável pelas categorias etárias mais avançadas, afirma que “os pais são gratos por verem que os professores tratam bem seus filhos, contribuindo para que estes aprendam várias modalidades esportivas e também no processo de formação da cidadania. Essa é a melhor sensação para um pai ou uma mãe, o sentimento de confiança no trabalho que realizamos”.

Integram o quadro de servidores do Centro o coordenador Rui Lima, os/as professores/as Adiely Mota, Josimar Pina, Ingrid Clavico e Thiago Vargas, e a auxiliar técnica Larissa Arguelho.

Confira abaixo a programação*:

Aulas

Ritmos: terça e quinta-feira, das 7h às 8h e 17h às 18h.
Funcional: quarta e sexta-feira, das 7h às 8h e 17h30 às 18h30.
Alongamento: quarta e sexta-feira, das 8h às 9h.
Pilates: a definir.

Escolinhas

Voleibol: quarta e sexta-feira, das 9h às 10h e 15h às 16h.
Basquetebol: terça e quinta-feira, das 8h às 9h e 14h às 15h.
Futsal: terça e quinta-feira, das 9h às 10h e 15h às 16h.
Handebol: terça e quinta-feira, das 8h às 9h e 14h às 15h.

*Todas as aulas e modalidades são oferecidas para os gêneros masculino e feminino.

As inscrições nas aulas e escolinhas devem ser realizadas pessoalmente no Centro Poliesportivo. O endereço é Avenida Engenheiro Amélio Carvalho Baís, 1890 – Vila Almeida. Para o preenchimento da ficha de matrícula, basta trazer uma foto 3×4, carteira de identidade (RG) e exame/laudo médico, caso o interessado tenha algum problema de saúde. Os menores de idade devem estar acompanhados do pai/mãe ou responsável legal. Mais informações pelo telefone (67) 3323-7200.

 

Lucas Castro – Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte)

Foto de capa: Divulgação/Fundesporte

 

 

 Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui