Centro de Castrações de animais é reinaugurado e amplia atendimentos

Centro de Castrações de animais é reinaugurado e amplia atendimentos

Com a meta de estabilizar a população de gatos de Campo Grande em dois anos, a Prefeitura reinaugurou hoje (19) o Centro de Castrações de Cães e Gatos Sueli Craveiro de Sá, no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). A estrutura foi totalmente remodelada para atender exigências da vigilância sanitária e irá ampliar de 400 para 800 o número de animais esterilizados por mês. Ao todo, cerca de R$ 1 milhão de emendas parlamentares foram investidas no local.

Dentro destes números, as vagas serão divididas em 600 para felinos do agendamento por telefone que ocorre mensalmente e outras 200 para cães de bairros mais vulneráveis na Capital. “Vamos castrar ao menos 25 gatos por dia. Castrar menos que isso seria jogar dinheiro público fora. Mas a capacidade do centro agora é maior, com previsão de ampliar para mais 800 gatos por mês no ano que vem”, disse a coordenadora do CCZ, Iara Helena Domingos.

A partir de amanhã (20) as vagas já serão disponibilizadas para a população pelos telefones (67) 3313-5003 e 3314-9500. O serviço é totalmente gratuito, previne doenças, aumenta a expectativa de vida do pet e evita a proliferação de animais de rua. A expectativa é que um sistema eletrônico para o agendamento, discutido em 2012, seja implantado nos próximos meses.

Com relação aos cachorros, o CCZ irá implantar o castramóvel em Campo Grande, com meta de percorrer 12 bairros em 12 meses.“Esses 200 cães por mês não atende a demanda. O que faremos é um estímulo para o proprietário de animais de bairros mais carentes a praticarem a posse responsável. Iremos fazer um trabalho de conscientização, principalmente com as crianças”, explica Iara.

O projeto irá atuar durante um mês no bairro, com várias atividades em parceria com estudantes de medicina veterinária. Assim que houver o levantamento de animais aptos a realizar a cirurgia, o CCZ irá, com um ônibus totalmente equipado, montar a estrutura e realizar os procedimentos em um prédio público da região. “Desde 2006 essa reivindicação é feita, mas priorizaram outras causas públicas. Mas nós também entendemos que a saúde animal é uma prioridade da saúde pública”, ressaltou o prefeito Marcos Trad (PSD).

UPA VET

Está prevista a entrega da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Vet até o final deste ano. A meta é colocar a obra como uma das entregas do aniversário de Campo Grande, em agosto. O município também tem um concurso vigente para convocação de novos médicos veterinários, além da previsão de remanejamento de servidores para atuar no local e parceria com universidades que têm o curso de veterinária.

A UPA Vet é uma reivindicação antiga da sociedade e de ONG’s da Capital. O serviço funcionará 24h para atender casos de emergência. O espaço será um anexo ao prédio do CCZ. A expectativa é que o lugar atenda ao menos 100 animais por dia.

GABRIELA COUTO

Posts Relacionados

Facebook Comments