Biblioteca Isaías Paim realiza sarau temático em homenagem aos 110 anos da imigração japonesa no Brasil

Biblioteca Isaías Paim realiza sarau temático em homenagem aos 110 anos da imigração japonesa no Brasil

Campo Grande (MS) – A Biblioteca Pública Estadual Dr. Isaias Paim, unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), realiza no sábado (16.6), a partir das 9h30, a 4ª edição do Sarau Cultural, desta vez homenageando os 110 anos da Imigração Japonesa no Brasil.

O objetivo é valorizar a cultura japonesa, prestigiando os artistas presentes em Campo Grande. Haverá um bate-papo cultural com Celso Higa e o jornalista Eron Brum, apresentação do Grupo Sakura, Grupo Ryukyu koku Matsuri Daiko, projeção fotográfica com Roberto Higa, Grupo Seishun, cantoras Meire Mary Obabayashi e Karina Lima, decoração temática com raicais de Tânia Mara de Souza e  História do Sadako e os 1000 Tsurus, com Alexandre Garcia.

O Sarau Cultural nasceu de um anseio de que a Biblioteca não fosse apenas um lugar de leitura. “Acreditamos que o papel dela deve fazer todo diferencial, que as linguagens do conhecimento que devam possibilitar novas descobertas e fomentar a cultura de forma geral também é uma proposta que queremos. O sarau foi pensado com o intuito de compartilhar experiências vividas em música, teatro, com artistas locais”, explica a coordenadora da Biblioteca, Eleuzina Crisanto de Lima.

A Biblioteca se preocupa muito em sempre pensar estratégias para melhorar cada vez mais a qualidade como um todo para os leitores e comunidade geral, bem como ações que auxiliam o incentivo à leitura, visitações ao Espaço, atividades e projetos culturais. Sua missão é promover o acesso a informações e propiciar o conhecimento à população, garantindo e facilitando o acesso às linguagens do saber, bem como estimular a imaginação e criatividade, promover o conhecimento cultural, apreciações literárias e artísticas.

A Imigração Japonesa no Brasil começou oficialmente no início do século XX, no ano de 1908, quando o navio Kasato Maru aportou em SP, trazendo 781 lavradores para fazendas do interior paulista. O fluxo cessou quase totalmente em meados de 1973, com a vinda do último navio de Imigração Nippon Maru, contando-se quase 200 mil japoneses estabelecidos no País.

Atualmente, o Brasil abriga a maior população de origem japonesa fora do Japão, com cerca de 1,5 milhão de nikkies, termo usado para denominar os japoneses e seus descendentes. Atualmente, estima-se que haja mais de um milhão de nipo-brasileiros, cuja maioria reside nos estados de São Paulo e do Paraná.

O Sarau da Biblioteca é aberto ao público e a participação é gratuita. A Biblioteca Estadual Dr. Isaias Paim fica no 2º andar do Memorial da Cultura e Cidadania (avenida Fernando Corrêa da Costa, 559 Centro). Mais informações pelo telefone (67) 3316-9161.

Bate papo cultural com Celso Higa (engenheiro, cinéfilo e estudioso da cultura japonesa) e Eron Brum(trabalhou da Folha de SP/Tribuna de Santos e professor universitário aposentado).

Grupo Sakurá – Associação Nipo-Brasileira
(Coordenação: Priscila Okama , Miti Miyashita, Dora Nakkoud )
1° Minie (música japonesa)
2° Karaokê com Mariana Yassuda- Tokino Nagare mio makasse
3°Olé Champion

Grupo Ryukyu koku Matsuri Daiko- Representante Daniel Shoiti Suguimoto
“Tambores Festivos do Reino de Ryukyu’’

Projeção Fotográfica –Roberto Higa

Grupo Seishun– Representante Camila Harumi Zaha.(Dança)

Meire Mary Obabayashi – Cantora

Karina Lima – Cantora

Tânia Mara de Souza com A decoração Temática (raicais) e  História do Sadako e os 1000 Tsurus –Alexandre Garcia

Karina Lima – Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS)

Foto: FCMS

Posts Relacionados

Facebook Comments