Após processo ir para Justiça Estadual, Puccinelli está ‘livre, leve e solto’ para política

Após processo ir para Justiça Estadual, Puccinelli está ‘livre, leve e solto’ para política

Antes proibido de exercer função pública, em razão de medidas cautelares, o ex-governador André Puccinelli (MDB) agora está livre para reuniões políticas sem medo de voltar à cadeia. O processo dele, que estava na Justiça Federal, desceu para a Estadual, que ainda não se manifestou sobre o caso.

Puccinelli até presidiu reunião político-partidária, na Câmara Municipal de Aquidauana, nesta quarta-feira (26). O fato seria impensável há cerca de um mês e meio, já que tinha de cumprir medida cautelar imposta pela ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça.

Conforme noticiado por diversos sites de notícias da região de Aquidauana, André reuniu vereadores locais para discutir temas relacionados às eleições de 2020.

”Como todos sabem, as leis mudaram e nós temos que nos adequar a ela, para elegermos mais vereadores”, diz Puccinelli. “Vamos exigir uma maior fidelidade partidária dos vereadores que forem eleitos em 2020″, continua o ex-governador.Advogado criminalista, ouvido pelo TopMídiaNews na condição de anonimato, explicou que a participação de Puccinelli como liderança política no evento, se o caso estivesse na esfera federal, significaria uma quebra de medida imposta pela Justiça.

”Neste caso ele poderia voltar a ser preso”, constatou o profissional. Ele destacou ainda que os partidos políticos de representação possuem verba pública e acabam se igualando à função pública, embora seja aquilo que a gente chama de “função por representatividade”.

O advogado de Puccinelli, Renê Siufi, explicou que a Justiça estadual não se pronunciou ainda sobre o caso do cliente, por isso é considerado ”solto”. Ele era réu na Justiça Federal por corrupção e lavagem de dinheiro. Puccinelli passou pouco mais de 150 dias na cadeia e saiu no dia 18 de dezembro de 2018.

topmidianews

Posts Relacionados

Facebook Comments