Anatel quer oferecer 300 mil orelhões com wifi no país

O presidente da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), João Rezende, afirmou nesta segunda-feira (19) que 300 mil orelhões serão modernizados no país e deverão oferecer wifi.

Além disso, 400 mil serão desativados –40% do existente atualmente.

Anatel quer antecipar massificação da internet 3G e 4G no país

“Nós temos hoje 1 milhão de orelhões e a maioria deles é subutilizada. A ideia é modernizarmos 300 mil”, afirmou em evento na Associação Comercial do Rio de Janeiro.

Ele afirmou que uma parte dos orelhões será mantida como hoje, para atender a regiões onde ainda são muito utilizados.

A estimativa é que 300 mil sejam mantidos, 300 mil modernizados e 400 mil possam ser desativados.

A mudança ocorrerá na revisão do contrato de concessão. A consulta pública começa em março de 2014.

ORELHÃO COM WIFI

Há, atualmente, um projeto piloto de orelhão com wifi no Rio de Janeiro. Segundo Rezende, ainda é preciso estudar um método de tarifação, o formato de utilização do sistema e, também, decidir quem vai instalar o wifi.

A desativação dos 400 mil ocorrerá, pois será preciso fazer uma troca do contrato de concessão. “A empresa, para fazer investimento no wifi, precisa baixar o custo dos orelhões. O contrato de concessão prevê equilíbrio econômico-financeiro deste investimento.”

A previsão é que os novos orelhões entrem em funcionamento entre 2015 e 2016.